Como guardar dinheiro de forma segura?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

guardar dinheiro

A verdade é que guardar dinheiro em casa pode não ser a melhor opção, considerando a localidade em que você mora. Embora guardar dinheiro na própria residência tenha sido uma prática muito comum no passado, hoje ela pode não ser tão eficiente.

Veja algumas dicas de como guardar seu dinheiro com segurança!

Por que não guardar dinheiro em casa?

Algumas pessoas alegam que, com o dinheiro guardado em casa, elas podem ficar “de olho nele”. É verdade. Mas ainda não podem garantir sua segurança total no caso de assaltos. A não ser que conte com um poderoso sistema de segurança, você corre o risco sim de ter seu dinheiro roubado — especialmente, se for uma quantidade alta, que chama a atenção dos criminosos!

Além desse perigo, você corre o risco de ver seu dinheiro desvalorizar devido à inflação e ter, assim, seu poder de compra diminuído. Além disso, guardar dinheiro em casa nem sempre atende às suas expectativas de poupança. Você poderá se sentir “tentado” a tirar alguma parte dele para efetuar alguma compra e desestruturar sua reserva.

Guardar dinheiro na caderneta de poupança compensa?

A caderneta de poupança não oferece os mesmos rendimentos de antes, mas ainda é uma boa alternativa para quem está visando somente guardar dinheiro em segurança.

A poupança oferece alta liquidez, não incidem impostos, nem taxas sobre ela e, além disso, ela é garantida pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito), o que significa que, se o banco no qual você tem poupança falir, você não perde o dinheiro.

Investimentos são uma boa opção?

Aplicando seu dinheiro em algum tipo de investimento, você estará não somente guardando dinheiro, mas dando a ele a possibilidade de multiplicar-se.

guardar dinheiro

guardar dinheiro

Os mais experimentados poderão dizer: “O dinheiro poderá se multiplicar, mas eu também poderei perdê-lo”. Mas, para evitar perdas, você poderá escolher investimentos de renda fixa, como os títulos do governo federal.

O Tesouro Direto oferece rentabilidade maior que a da poupança, acompanhando índices como a Selic ou IPCA, que mede a inflação. CDBs também são títulos seguros. Tanto no Tesouro Direto quanto nos CDBs é bom esperar o vencimento do prazo, pois se não você poderá perder dinheiro — a boa notícia é que eles oferecem possibilidades de prazos curtos.

Outro ponto importante a lembrar é que, dependendo do valor, incidirá imposto de renda.

Outra forma de guardar dinheiro e aumentá-lo através de investimentos é aplicando em fundos de investimentos. Devido à sua diversificação, eles oferecem menos riscos e mais oportunidades de rentabilidade. O importante é ter cuidado com a taxa de administração, para que não seja muito alta.

O ouro também é recomendado para quem deseja manter uma reserva financeira. Como o valor dele sempre tende a crescer, pode ser uma boa opção. No entanto, não guarde as barras em casa. Deixe-as no banco, onde a segurança é maior.

Já pensou em fazer um consórcio?

Entrar em consórcio também é uma forma segura de guardar dinheiro. Você estará poupando visando comprar um bem específico: imóvel, veículo, equipamento eletrônico, mobília ou até um serviço.

Além de estimular o hábito de poupar, o consórcio ajuda a resistir à onda de consumismo da modernidade. O dinheiro mantém seu poder de compra preservado e, a qualquer momento que você for contemplado, poderá comprar o bem que deseja.

No consórcio, você não paga juros e pode escolher o plano mais adequado ao seu perfil.

Como faz para guardar dinheiro de forma segura? Tem um grande baú de pirata, guarda na poupança ou faz investimento? Já pensou em fazer um consórcio? Aproveite para deixar seu comentário e enriquecer este post!

 

Compartilhe

Sobre o Autor

Comments on Facebook